SERÃO OS NANO INFLUENCIADORES O FUTURO DO MARKETING DE INFLUÊNCIA?

Atualmente, com a invasão do mundo digital e a publicidade que inunda as mentes dos consumidores de manhã à noite, o marketing tem de ser extremamente específico e personalizado para conseguir obter resultados.

Num contexto em que os consumidores parecem precisar, cada vez mais, de referências e modelos para as suas escolhas, o marketing de influência, pela sua capacidade de envolver “pessoas comuns” tem sido um dos métodos mais poderosos para conseguir interação nas redes sociais e retorno para as ações de marketing.

A fórmula é simples, mas como escolher um influenciador que atraia a atenção de potenciais consumidores sem afirmar diretamente a marca? As marcas têm vindo a acreditar que menos é mais. A aposta em figuras próximas e acessíveis, com apenas alguns seguidores consistentes e fiéis (menos de 10 mil) pode ser mais valiosa para criar o que chamam de mancha publicitária, do que utilizar os macro influenciadores que, apesar do número elevado de seguidores, podem traduzir uma imagem pouco credível e enganadora. Para além dos custos de investimento serem muito menores, os riscos também o são.

Numa fase inicial, a influência destas figuras foi utilizada sobretudo para negócios locais, pelo envolvimento da comunidade, mas segundo estudos recentes, as grandes marcas despertaram para o fenómeno e têm vindo a apostar em diversos nano influenciadores, numa tendência que poderá redefinir todo o mercado do marketing de influência.

No entanto, é fundamental não ignorar os pontos negativos que esta abordagem pode trazer. Convém lembrar o facto de que é mais fácil para as marcas convencerem um nano influenciador, com outros objetivos de carreira e interesses pessoais, a desempenhar o papel desejado do que alguém com uma responsabilidade pública e um perfil profissional extremamente exposto.

Desta forma é importante ponderar até que ponto esta tendência será explorada. Num momento em que as fake news fazem manchetes de jornais e a manipulação das redes sociais é constante, a questão que agora se coloca é, como saber em que acreditar?

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s