O PREÇO DA INSTABILIDADE: MULHERES VIAJAM MENOS SOZINHAS

As estatísticas quanto ao perfil do turista feminino indicam que as mulheres são consumidoras muito importantes para a economia turística a nível mundial e influenciam a indústria a todos os níveis. Muitos especialistas acreditam que este é o segmento em maior crescimento e de maior importância do mercado turístico.

O turista feminino tem expetativas e comportamentos de viagem diferentes face aos homens. Essas diferenças são cruciais na definição de produtos de marketing turístico. Autores como Park, Pemberton e Sathyanarayanan afirmam que as mulheres são consideradas mais aventureiras que os homens e 75 por cento das pessoas que fazem viagens com motivações culturais, de natureza ou aventura são efetivamente mulheres. Procuram destinos novos e fora do comum, enquanto que os homens parecem preferir destinos mais previsíveis.

Um dos grandes impedimentos para viajarem sozinhas é a segurança. A este nível, as mulheres enfrentam um perigo maior do que os homens. O crime sexual é motivo de medo e de ansiedade entre os turistas em geral mas sobretudo para as mulheres, que são alvos preferenciais.

Uma investigação recente da AIG Travel revela que 45% das mulheres se sentem menos seguras para viajar do que há cinco anos. Os resultados também mostram que a segurança é a principal preocupação das senhoras, quer na escolha do destino, quer durante toda a viagem.

Outras conclusões do estudo indicam que:

  • Dois terços dos entrevistados vão viajar sozinhos em 2018;
  • 63% das mulheres pensam (sempre ou com frequência) em segurança enquanto viajam;
  • Para aumentar a segurança pessoal as mulheres compartilham itinerários com amigos ou membros da família (93%) e adquirem seguros de viagem;
  • No momento da reserva, a segurança é a consideração mais importante para uma mulher, além do seu próprio interesse pessoal no destino;
  • Dos entrevistados que viajam em negócios, 84% referem que os empregadores não forneceram dicas ou recursos de segurança em viagem.

Questões como imagem e segurança dos destinos tornaram-se referências incontornáveis para os turistas, com forte impacto na escolha dos destinos. Locais tidos como seguros para os turistas, como é Portugal, podem retirar importantes dividendos desta conjuntura internacional. O desafio é ser capaz de manter e promover as razões subjacentes a essa imagem.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s