5 CIDADES PARA VISITAR ANTES QUE SEJA TARDE DEMAIS

O aumento do nível do mar, as inundações costeiras e o abastecimento limitado de água ameaçam grandes cidades em todo o mundo.

Com os desafios crescentes provocados pelas mudança climáticas – aumento do nível do mar, tempestades devastadoras e inundações – algumas das cidades mais emblemáticas do mundo e maravilhas naturais estão em risco.

Embora não exista uma previsão clara sobre quando alguns destes lugares estarão debaixo de água, com os iminentes efeitos a longo prazo das mudanças climáticas – incluindo o descongelamento da camada de gelo polar -, o prazo é limitado.

Apresentamos aqui cinco cidades que começarão a submergir, para visitar antes que seja tarde demais.

Veneza

Considerada a “cidade da água”, Veneza é bastante apreciada devido aos seus canais encantadores. Contudo, com as marés cada vez mais altas, os ventos turbulentos e as inundações, a cidade italiana está a desaparecer rapidamente.

Além da cidade ser precariamente construída sobre a água, o crescente aumento de navios de cruzeiro também está a provocar danos significativos no destino.

Então, se quiser experimentar os lendários passeios de gôndola, visitar as catedrais impressionantes e os palácios encantadores, é hora de planear uma viagem, antes que seja tarde demais.

Cidade do México

A Cidade do México afundou quase 30 metros desde o final do século XIX. A questão que se coloca é o porquê de uma das maiores capitais do mundo estar a cair tão rapidamente. A resposta é simples: a crescente população, de mais de 21 milhões de habitantes, originou recursos hídricos limitados. Alguns edifícios de renome mundial, como o Palácio das Belas Artes, estão a afundar rapidamente; a argila existente por baixo da cidade tem rachado fazendo com que muitas estruturas ficassem inclinadas. Enquanto são estudadas medidas para tentar corrigir a subsistência dos edifícios, o tempo pode ser limitado para ver todo este património.

Nova Iorque

Com lendários atrativos (como o Empire State Building, a Estátua da Liberdade e o Metropolitan Museum of Art), Nova Iorque é um destino imperdível. Contudo, Manhattan é vítima frequente de grandes tempestades e os especialistas preveem que tais desastres naturais ocorram mais frequentemente, quer devido às temperaturas mais elevadas quer a níveis do mar mais altos. E se o mar aumentar em 2,5 pés, o que alguns especialistas preveem que aconteça já em 2050, a infraestrutura da cidade de Nova Iorque será drasticamente impactada.

Nova Orleães

Um estudo recente realizado pela NASA e pelo Instituto de Tecnologia da Califórnia, que analisou a subsidência de Nova Orleães e das cidades ao seu redor, revelou que partes da cidade estão a cair cerca de 2 polegadas por ano. Mais de 50% da cidade encontra-se atualmente abaixo do nível do mar e as estimativas apontam para que três quartos da cidade possam ficar abaixo do nível do mar já em 2050.

Bangkok

A capital da Tailândia também está em perigo. As inundações catastróficas e as chuvas severas colocam uma pressão sobre a cidade, assim como o grande número de arranha-céus e a pesada via-férrea da cidade. De facto, alguns especialistas dizem que a cidade poderá estar debaixo de água até 2030, caso as tempestades severas persistam.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s