PORTUGAL NO TOPO DAS ESCOLHAS DE TURISMO NA EUROPA EM MERCADOS IMPREVISÍVEIS

A procura por turismo em Portugal continua a crescer (os números do INE dos primeiros quatro meses do ano assim o mostram), mas a análise competitiva com outros destinos europeus evidencia novos factos.

De janeiro a abril de 2017 e face ao mesmo período do ano anterior, Portugal foi o destino europeu que mais cresceu no mercado japonês. Para os austríacos, foi o segundo destino, enquanto que, para os polacos, foi o quinto e, para os russos, o sexto.

 

VARIAÇÃO DAS CHEGADAS TURÍSTICAS NOS DESTINOS EUROPEUS
NOS PRIMEIROS 4 MESES DE 2017

MERCADO
DE ORIGEM
VARIAÇÃO
NO DESTINO PORTUGAL
POSIÇÃO DE PORTUGAL
NA VARIAÇÃO
DESTINO COM
MAIOR VARIAÇÃO

JAPÃO

+51%

PORTUGAL (+51%)

AÚSTRIA

+31%

CHIPRE (+35%)

POLÓNIA

+41%

MONTENEGRO (+149%)

RÚSSIA

+31%

ISLÂNDIA (+164%)

CANADÁ

+20%

ISLÂNDIA (+170%)

E.U.A.

+31%

ISLÂNDIA (+92%)

SUÍÇA

+11%

MONTENEGRO (+115%)

FRANÇA

+10%

10º

ISLÂNDIA (+61%)

ESPANHA

+6%

12º

ISLÂNDIA (+195%)

ALEMANHA

+8%

13º

ISLÂNDIA (+82%)

REINO UNIDO

+9%

16º

CROÁCIA (+40%)

Fonte: Tourmis – Austrian National Tourist Office: Variação das Chegadas Turísticas em Países Europeus (janeiro a março ou abril de 2017). No caso Português foi considerado o número de Hóspedes nos estabelecimentos hoteleiros.

 

Os mercados canadiano e americano aumentaram igualmente de forma significativa a procura por turismo em Portugal, sendo este para ambos o oitavo destino na Europa com maior variação em chegadas.

Da tabela afere-se também que nos mercados mais tradicionais de turistas, como a França, Espanha, Alemanha ou Reino Unido, Portugal encontra-se em posições inferiores.

Por essa razão, importa saber tirar partido deste interesse dos “novos” mercados, no seguimento de uma estratégia de diversificação de mercados emissores.

ISLÂNDIA É REFERÊNCIA NO TURISMO EUROPEU

Para muitos dos mercados emissores analisados (alguns do top 5 mundial em despesas turísticas internacionais), a Islândia foi o destino europeu cuja procura mais aumentou nos primeiros quatro meses de 2017.

Este crescimento significativo não é exclusivo dos últimos meses, mas tem-se registado desde 2010. Entre este ano e 2016, o número de chegadas à Terra do Fogo e Gelo aumentou a um ritmo médio anual superior a 20%, de cerca de 500 mil para 1 800 mil.

Este fenómeno ascendente está a contribuir para a recuperação da economia islandesa, ainda que surjam já relatos dos impactos negativos sobre o seu frágil ecossistema.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s