QUAL O PERFIL DO TURISTA “LOW-COST” QUE VISITA O PORTO E NORTE?

O turista low-cost assume um papel cada vez mais importante no Porto e Norte de Portugal, de acordo com o estudo do perfil do turista que visitou o destino no Verão IATA 2016, desenvolvido pelo IPDT.

Os turistas que optam por viajar em companhias aéreas low-cost deslocam-se, na sua maioria, em lazer/férias (68%). A internet é o principal meio utilizado para obter informação sobre o destino e também para efetuar a reserva da viagem. Tal como os turistas que viajam em companhias regulares, os turistas low-cost possuem habilitações literárias de nível superior.

Existem bastantes semelhanças entre o turista low-cost e o turista “regular”, apesar de se notar que os turistas do segmento de negócios preferem viajar em companhias regulares. De acordo com os dados mais recentes do estudo, os turistas low-cost, face aos regulares:

1. São mais novos e solteiros

Cerca de 63% dos turistas visitam o PNP viajando em companhias low-cost têm idades compreendidas entre os 18 e os 40 anos. No que respeita ao estado civil, 51% destes turistas são solteiros, contrariamente ao que se verifica nos turistas regulares, onde a maioria (54%) são casados.

2. Têm rendimentos inferiores

Cerca de metade dos turistas que viajaram em companhias low-cost têm rendimentos mensais entre os 1001 e os 3000€. No que respeita aos turistas regulares, 59% possuem rendimentos mensais superiores a 3001€.

3. Optam pelas mesmas atividades

Oito em cada dez turistas low-cost ou regulares experimentam a gastronomia do Porto e Norte. Esta é a atividade mais praticada pelos visitantes do PNP, seguindo-se as compras, com cerca de 53%.

4. Permanecem menos tempo no destino

Comparando com os turistas que viajam em companhias regulares, os turistas low-cost ficam menos tempo no destino, permanecendo, em media, 5 noites e optando pelo alojamento em hotel ou casa alugada. Os turistas que viajam em companhias regulares permanecem 7,78 noites no destino, ficando alojados, na sua maioria, em hotéis.

5. Gastam o mesmo

Apesar de gastarem cerca de metade do valor na compra dos voos (comparativamente com os voos regulares), os turistas low-cost apresentam um consumo global por noite de 144€, e os turistas “regulares” gastam, no global, 148€ por noite.

A base de dados do IPDT referente ao perfil do turista que visita o Porto e Norte contém atualmente mais de 15 mil inquéritos e permite fornecer informação credível para apoio à tomada de decisão.
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s