REDES SOCIAIS E DESTINOS TURÍSTICOS: 6 TENDÊNCIAS

As redes sociais tornaram-se valiosas ferramentas de promoção que possibilitam investimentos reduzidos. Hoje são cada vez mais relevantes nos processos de tomada de decisão dos turistas. De acordo com um estudo recente sobre “O viajante digital” levado a cabo pelo Facebook e a Deloitte, 89% dos utilizadores do Facebook encontram inspiração nas férias de familiares e amigos. Se equacionarmos a dimensão do Facebook, conseguimos ter uma ideia desta influência na atividade do turista antes, durante e após a viagem.

Com a evolução das plataformas, e o surgimento de novas ferramentas e possibilidades, surgem algumas tendências que deverão marcar o panorama das redes sociais em 2017. A indústria turística deve estar sensível às transformações que de seguida analisamos:

Vídeo em tempo real

Aplicativos como o Periscope, Facebook, Instagram e Twitter transmitem vídeo ao vivo desde o final de 2016. O live stream oferece inúmeras novas possibilidades aos destinos, contribuindo para aumentar o interesse do turista.

Ferramentas de mensagens instantâneas

Aproximadamente 3,5 mil milhões de utilizadores recorrem a aplicativos de mensagens instantâneas como o Whatsapp, Facebook Messenger, etc. A personalização na comunicação individual permite cativar e fidelizar. Muitos grupos hoteleiros já perceberam a importância desta ferramenta, oferecendo ao cliente atendimento 24 horas. O aplicativo permite ao hóspede fazer reservas, perguntas e obter recomendações de viagem.

Ferramenta de marketing

As já referidas aplicações oferecem alternativas ao comercio tradicional. Em 2017, a colaboração comercial entre o destino turístico e as empresas locais através das redes sociais volta a revelar-se um desafio.

Realidade virtual

A realidade virtual está cada vez mais presente. Um relatório de 2016 da KPCB prevê que o streaming de vídeo venha a representar quase 75% de todo o tráfego da internet. Neste sentido, a realidade virtual pode oferecer a experiência de imersão que outros formatos não dispõem.

Publicidade em dispositivos móveis

As receitas em publicidade nas redes sociais continuam a crescer. O Facebook obteve receitas de 7 mil milhões de dólares em 2016, tendo 80% do valor correspondido a anúncios para dispositivos móveis. Por outro lado, o Twitter recebeu 90% da sua receita por esta via. Com estes dados, os destinos turísticos devem considerar o potencial da publicidade em redes sociais e facilitar o trabalho dos técnicos no uso dessas ferramentas.

Inteligência artificial, uma realidade

Os bots inteligentes estão em crescimento. As redes sociais estam cada vez mais dotadas de inteligência artificial para satisfazer a exigência dos utilizadores que não querem esperar por uma resposta, permitindo a recolha de dados essenciais para a satisfação das exigências dos consumidores. No entanto, a tendência para 2017 é que a análise de dados seja realizada de forma cada vez mais eficaz, prestando uma resposta imediata ao consumidor.

Agora que já conhece as seis tendências para as redes sociais em 2017, é tempo de avaliar o desempenho e realinhar as estratégias!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s