VANTAGENS E DESAFIOS DO BIG DATA

Na sequência do artigo Big Data e o Turismo, destacamos agora as vantagens e os desafios deste método em relação aos métodos tradicionais.

Em termos de aspetos vantajosos podemos apontar:

1. Fiabilidade

Os dados extraídos são baseados em ações do visitante real e não em inquéritos realizados. Isto significa que são analisadas ações concretas em vez de declarações de intenção.

2. Representatividade

Tendo em conta todas as fontes de informação analisadas, podemos dizer que a base da amostra é significativamente maior relativamente à pesquisa convencional.

3. Detalhe e capacidade de segmentação

Dado o volume e a fiabilidade da amostra, a enumeração das preferências dos visitantes ganha outro detalhe e capacidade de segmentação (atividades, gostos, necessidades, etc.) Estes dados permitem otimizar os resultados da gestão do turismo uma vez que possibilitam conhecer com maior exatidão as expectativas, comportamentos e necessidades dos visitantes.

4. Cruzamento de dados e fontes

A extração de dados estruturados e com referências de localização geográfica permite que os mesmos possam ser relacionados com informação proveniente de outras fontes, nomeadamente com a que advém das redes sociais.

5. Novos fluxos de informação

O maior conhecimento sobre o público-alvo vem a partir de dados extraídos dos próprios utilizadores. Os sistemas que gerem as telecomunicações e as transações financeiras via terminais móveis permitem detetar cada uma das escolhas que são feitas online. Isto permite determinar os gostos e preferências dos clientes. Além disso, o aumento da tecnologia móvel e a disseminação de novas aplicações permite-nos avaliar e partilhar opiniões.

6. Possibilidade de novas oportunidades de negócio

Os resultados da análise desta informação podem ser relacionados com os dados internos de cada empresa de turismo para determinar se a oferta está ajustada à expetativa real e comportamento efetivo dos visitantes. Se tal não se verificar, surge a possibilidade de criar novas estratégias, linhas de negócios ou outros produtos personalizados à medida do público-alvo.

Apesar do Big Data ter protagonizado uma grande evolução nos últimos anos, ainda existem alguns desafios por resolver e questões a melhorar, nomeadamente:

  • A conjugação das estruturas tradicionais com as estruturas de gestão do Big Data.
  • A diferença entre o número de profissionais com conhecimentos de Big Data – ainda relativamente pequeno – e o grande número de empresas dedicadas ao setor do turismo.
  • Definição do respeito pela privacidade dos visitantes em relação aos seus dados. Estes devem ser usados de forma responsável para garantir benefícios sem violar a privacidade.
Num próximo artigo daremos a conhecer como o Big Data pode ser fundamental na construção de destinos inteligentes. Não perca!
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s