TENDÊNCIAS TURÍSTICAS 2017: INCERTEZAS

2017 foi declarado Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento pela Organização Mundial do Turismo (OMT). Destacar o papel do turismo no desenvolvimento económico e sustentável, geração de emprego, diminuição da pobreza, preservação do ambiente e defesa do património cultural são os objetivos desta medida.

Desta forma, a Organização Mundial do Turismo pretende estimular a adoção de políticas públicas para o setor e promover o avanço da Agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável.

No entanto, existem ainda várias incertezas quanto ao futuro do setor do turismo. É nesta perspetiva que apresentamos 4 fenómenos que poderão ter implicações para o turismo em 2017 e anos seguintes.

Brexit

Com a saída do Reino Unido da União Europeia e ainda com a incerteza sobre o futuro das relações comerciais e económicas com os restantes países, este poderá ser um dos maiores desafios para as empresas nos próximos tempos.

A possível reformulação dos controlos de viagem, das taxas de entrada e dos vistos para o Reino Unido poderão impossibilitar, durante algum tempo, as viagens dos britânicos ao continente europeu e vice-versa. Contudo, espera-se que os atuais acordos persistam e que predomine o equilíbrio nas negociações.

Políticas do governo norte-americano

A batalha sobre a política migratória, que proíbe a entrada nos EUA a viajantes de alguns países de maioria muçulmana, decretada pelo presidente Donald Trump, continua a ser travada nos tribunais. No entanto, a indústria do turismo considera-se preocupada e tenta avaliar o impacto que estas medidas poderão trazer ao setor. A incerteza gerada pode colocar em risco a indústria do turismo, uma vez que, e de acordo com o comunicado da Organização Mundial do Turismo, os benefícios que o turismo traz para o crescimento da economia e para a criação de emprego vão diminuir.

Estabilidade e segurança

O ano de 2017 será marcado pelas eleições nos principais países europeus. Com a possível ascensão de partidos de extrema direita, acredita-se que este poderá ser um ano particularmente atribulado para a União Europeia. O cenário político e social poderá contribuir para alterações no setor do turismo de forma rápida e significativa. Se a estabilidade se mantiver na Europa, os países do sul da Europa devem beneficiar das questões de instabilidade e insegurança existentes no Mediterrâneo e no norte de África.

Terrorismo

Tragédia, destruição, drama. São muitas as palavras que podem ser usadas para tentar descrever o cenário dos efeitos imediatos de uma ação terrorista. O terrorismo tem consequências drásticas para um destino sendo a queda radical do número de visitantes o efeito mais imediato.

O ano passado foi negro no que toca à ocorrência de atentados terroristas na Europa e ainda esta semana fomos surpreendidos pelo ataque em Londres. Destinos que sofreram com terrorismo registaram uma quebra no número de turistas, como aconteceu com Marrocos, Tunísia e França.

 

Transformações políticas e implicações para o turismo em 2017 é um dos artigos que integra a revista Turismo´17, publicada pelo IPDT e que pode ser adquira AQUI.
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s